Categories: Notícias

Compradores de condomínios da Vila Olímpica de Tóquio processam incorporadores por atraso

Um grupo de pessoas que comprou condomínios para serem convertidos da vila dos atletas para as Olimpíadas e Paraolímpicas de Tóquio levou os desenvolvedores ao tribunal, dizendo que eles incorreriam em custos adicionais devido ao possível atraso de um ano na entrega das propriedades.

Na ação movida no Tribunal Distrital de Tóquio na sexta-feira, os 29 querelantes estão exigindo que a Mitsui Fudosan Co. e as outras incorporadoras dos condomínios entreguem as propriedades até março de 2023, conforme estipulado em seus contratos, ou paguem a elas um total de ¥ 80 milhões em compensação.

As propriedades fazem parte do complexo Harumi Flag que está sendo desenvolvido em uma ilha artificial na Baía de Tóquio. Com mais de 20 prédios de apartamentos, um centro comercial e escolas, espera-se que o local recuperado de 13 hectares se torne uma nova cidade com uma população de 12.000 habitantes.

Os autores da ação compraram os condomínios em 2019, quando foram colocadas à venda 940 unidades. Eles deveriam se mudar para suas novas casas no final de março de 2023, depois que os desenvolvedores concluíram a reforma da vila dos atletas após os Jogos de Tóquio em 2020.

Mas a pandemia de coronavírus forçou o adiamento dos Jogos por um ano e os desenvolvedores subsequentemente decidiram adiar a entrega das unidades, possivelmente em cerca de um ano. Um atraso deixaria os compradores responsáveis ​​por aluguel adicional.

“Estou ansioso para me mudar para o condomínio”, disse um dos demandantes, um homem na casa dos 50 anos, em uma entrevista coletiva após entrar com o processo. “Quero que os desenvolvedores façam o possível para acelerar a transferência, mesmo em um mês.”

A Mitsui Fudosan não quis comentar o processo, dizendo que a grande incorporadora imobiliária ainda não recebeu uma reclamação legal e, portanto, não pôde verificar os fatos.

O Harumi Flag está localizado a 2,5 km do bairro comercial de Ginza e a 3,3 km da Estação de Tóquio. Seus condomínios são populares, com 631 unidades colocadas à venda em novembro, atraindo mais de 5.500 inscrições.

Em uma época de desinformação e muita informação, jornalismo de qualidade é mais crucial do que nunca.
Ao se inscrever, você pode nos ajudar a contar a história da maneira certa.

INSCREVA-SE AGORA

GALERIA DE FOTOS (CLIQUE PARA AMPLIAR)

.

Artigos recentes

Japão expandirá unidade de força terrestre baseada em Okinawa em meio à ameaça da China

O Japão está considerando expandir uma unidade de força terrestre baseada em Okinawa para defender…

14 horas ago

OMS alerta que queda no estado de alerta do COVID-19 pode criar nova variante mortal

Lapsos nas estratégias para combater o COVID-19 este ano continuam criando as condições perfeitas para…

14 horas ago

Executivo do Twitter diz que está se movendo rapidamente com moderação, à medida que o conteúdo prejudicial aumenta

O Twitter de Elon Musk está se apoiando fortemente na automação para moderar o conteúdo,…

14 horas ago

A intensa cultura de greve da Coreia do Sul aumenta a pressão sobre o presidente Yoon Suk-yeol

O descontentamento dos trabalhadores está surgindo em toda a Coreia do Sul, ameaçando minar a…

14 horas ago

A conferência global enfatiza a necessidade de colocar as questões das mulheres no topo das agendas políticas

As perspectivas de gênero devem ser “integradas” no governo e na tomada de decisões empresariais…

15 horas ago

Pequim e Shenzhen afrouxam mais restrições ao COVID-19 enquanto a China ajusta a política

Xangai – Os residentes de Pequim comemoraram no sábado a remoção das cabines de teste…

15 horas ago

Este site usa cookies.